Lawrence faz apelo para que pessoas procurem se vacinar

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Mossoró, durante pronunciamento em sessão ordinária nesta semana, fez um apelo à população para que compareça aos postos de vacinação. “Muitas pessoas estão com a segunda dose atrasada. A Prefeitura de Mossoró disponibilizou 46 UBS, além do ginásio do Sesi, para a vacinação. Nos finais de semana são 10 UBS que estão realizando a imunização. Procurem os postos para a segunda dose. Só com a segunda dose a imunização estará completa”, pediu.





PODCAST

O Grupo de Estudos Espíritas Herculano Pires (GEEHP) está com canal de podcast no Spotfy, denominado “Sintonia Espírita”. Na estréia, o primeiro episódio de “Introdução à Filosofia Espírita”, com Ana Ximenes.

O link do canal: https://open.spotify.com/show/7o2PWOyrEaQK2VaCAzZOEQ?si=Qq-tO9sESlekoP7XR3Mdcw&dl_branch=1




AFAZERES

Com um excelente trabalho à desenvolvido frente da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Mossoró, o jornalista Regycarte deixa a pasta mas não curte férias merecidas. Projetos que estavam engatilhados agora vão caminhar celeremente. E não ficará muito longe das assessorias. Dizem que volta para comandar a Comunicação da Câmara Municipal, infinitamente mais tranquila que a Secom da PMM - o que daria para conciliar no dia a dia.


VISITA

Não só Regycarte, mas o novo secretário de Comunicação, Bruno Martins, esteve visitando a Rádio Difusora essa semana. Bruno tem a confiança do prefeito Allyson Bezerra e importantes tarefas pela frente.




EDUCAÇÃO

Imagine a cena: grupo de cerca de oito médicos bebericando em um bar/restaurante do Nova Betânia. Um deles se levanta para ir ao banheiro mas é norma da casa por a máscara para adentrar o WC. A moça que está na porta pede gentilmente para colocar a máscara. Ele diz que não trouxe. Ela diz que são regras. Ele volta à mesa e pega uma máscara ,as ameaça: assim que sair do banheiro eu tiro. Ela: tudo bem, mas para entrar no banheiro tem que ser de máscara. Eu pergunto: o que custa usar a consciência, a inteligência, o grau de discernimento e ser adepto da empatia? Tem gente que não melhora. E médico, ao meu ver, era para dar exemplo. Ponto para a moça que exigiu a utilização da máscara...




NOVO RUMO

Marcelo Freixo fora do PSOL. Vai concorrer ao governo do RJ, mas por outra legenda. Escreveu nota explicando: "Ingressei no PSOL em 2005, antes de me eleger deputado estadual. De lá para cá, compartilhamos uma bela história e colocamos o partido no centro da luta pela democracia. Juntos fizemos as CPIs das Milícias, do Tráfico de Armas e Munições e dos Autos de Resistência; enfrentamos os governos Cabral e Pezão; colocamos a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa a serviço dos esquecidos pelo poder público; disputamos a prefeitura do Rio numa linda campanha que encantou a cidade e fomos ao front contra o governo Bolsonaro. Mais do que companheiros de luta, as pessoas com quem construí o PSOL são amigos com os quais divido projetos de vida. ⠀ Hoje, encerro esse ciclo com a certeza de que apesar de não estarmos no mesmo partido seguiremos na mesma trincheira de defesa da vida, da democracia e dos direitos do povo brasileiro. Essa decisão foi longamente amadurecida e tomada após muito diálogo com dirigentes nacionais e estaduais, a quem agradeço pelas reflexões fraternas que compartilhamos. ⠀ Os retrocessos institucionais e humanos provocados por Bolsonaro em apenas 2 anos de governo impõem novos desafios à democracia e à atuação do campo progressista. É urgente a ampliação do diálogo e a construção de uma aliança com todas as forças políticas dispostas a somar esforços na luta contra o bolsonarismo. É hora de colocarmos nossas divergências em segundo plano para resgatarmos o país do caos e protegermos a vida dos brasileiros. As eleições de 2022 serão um plebiscito sobre se a Constituição de 1988 ainda valerá no Brasil. Por isso nós democratas não temos o direito de errar: do outro lado está a barbárie da fome, morte e devastação. ⠀ Seguirei me dedicando à construção de pontes, reafirmando o valor do diálogo e o papel da política como meio de resolvermos pacificamente os problemas do país. Nosso dever histórico é derrotar Bolsonaro nas urnas e o bolsonarismo enquanto projeto de sociedade. Sei que o PSOL e eu estaremos do mesmo lado para cumprir essa tarefa."

6 visualizações0 comentário