Correios aguardam retirada de 94 mil documentos "perdidos"

Para ajudar o cidadão a recuperar seus documentos pessoais perdidos, os Correios oferecem o serviço Achados e Perdidos. Criada há mais de 30 anos, a solução tem como objetivo encurtar o tempo e reduzir o custo da busca por documentos.

Os Correios receberam em suas agências mais de 94 mil documentos perdidos, somente em 2020. Em anos anteriores, quando não havia isolamento social, a média era superior a 170 mil. Os documentos encontrados podem ser entregues em qualquer unidade dos Correios ou em caixas de coleta de correspondências localizadas em todo o país.

No site dos Correios, é possível verificar se o documento foi encontrado e em qual agência está disponível para retirada. Para recuperá-lo, o cidadão deve apresentar outro que comprove sua titularidade e pagar o valor de R$ 5,95 pelo serviço.

Os documentos só poderão ser entregues aos proprietários ou seus representantes legais, devidamente reconhecidos. Caso seja constatado que o documento perdido está em uma cidade diferente da qual o proprietário se encontra, é possível fazer uma solicitação para que o mesmo seja enviado à agência mais próxima. Já os documentos não procurados pelos respectivos titulares, são devolvidos aos órgãos emissores.

Balcão do Cidadão – O serviço Achados e Perdidos é mais uma conveniência disponível nas agências dos Correios. A empresa já presta vários serviços ao cidadão, como a emissão, regularização e alteração de CPF; emissão de certificado digital; e entrada no seguro por acidente de trânsito (DPVAT). Por meio da iniciativa Balcão do Cidadão, os Correios estão ampliando a parceria com instituições públicas e privadas para a oferta de serviços e outras conveniências em suas agências. É uma oportunidade para órgãos públicos e empresas que querem potencializar a prestação de multisserviços, por meio da infraestrutura e da capilaridade das unidades de atendimento da estatal.




7 visualizações0 comentário